CONHEÇA JOINVILLE

Você encontrará diversos pontos turísticos e eventos para aproveitar com a família.

História de Joinville

Situada exatamente entre a Serra do Mar e um dos recortes mais encantadores do litoral brasileiro, a antiga Colônia Dona Francisca é um convite para os apreciadores de belezas naturais. Cidade florida, rica em indústrias, minuciosa na dança e conhecida majestosamente como, Cidade dos Príncipes é o maior município de Santa Catarina.

Fundada em 9 de março de 1851, o lugar de cujo significado do nome é "cidade feliz", foi dote de casamento da princesa Francisca Carolina, filha de D. Pedro I para o príncipe François Ferdinand Phillipe Louis Marie, de Joinville (cidade situada na França). A chegada dos imigrantes à região foi possível depois de o príncipe ceder, em 1849, oito léguas de área para a Sociedade Colonizadora Hamburguesa, de propriedade do senador Christian Mathias Schroeder.

Os primeiros imigrantes alemães, suíços e noruegueses chegaram às terras brasileiras dois anos depois, juntando-se a portugueses e indígenas já estabelecidos na região. Em homenagem ao Príncipe, os colonizadores passaram a chamar o local de Joinville. Em meados do século XX a cidade mostrou grande crescimento com a industrialização e atraiu um movimento migratório de todas as regiões do Brasil.

Hoje conhecida como a "Cidade das Flores, dos Príncipes e das bicicletas", apelidos atribuídos pelo charme, elegância, e pela relação histórica com seu período de colonização, Joinville, tem mais de 500 mil habitantes, uma das maiores rendas per capita do país e é sede de grandes marcas da Indústria. Possui um moderno parque hoteleiro e infra-estrutura turística de serviços e de equipamentos capaz de atender ao turista mais exigente.

É uma cidade que se destaca pelo jeito acolhedor, educado, hospitaleiro e empreendedor da sua gente. Pessoas que buscam nas raízes européias o gosto pela arte, cultura, e atenção ao meio ambiente, gerando e distribuindo riquezas através do desenvolvimento sustentável e contínuo. As antigas casas em estilo enxaimel e seus jardins, ainda hoje espalhadas pela área rural e no centro da cidade convivem harmoniosamente com a modernidade dos prédios comerciais, escolas, shoppings, cinemas, teatros, centros de eventos, bares, restaurantes e boates.

Pontos turísticos de Joinville

ImageTextOnHover

Rua das Palmeiras

Projeto do artista joinvilense Juarez Machado, a "Alameda Brüstlein", ou melhor, a Rua das Palmeiras impressiona pela beleza e exuberância das imensas palmeiras plantadas em 1867.
ImageTextOnHover

Museu Nacional de Imigração e Colonização

Logo na entrada o palácio tingido de azul e branco, em estilo enxaimel, é um convite para o visitante. Situado em frente, a Rua das Palmeiras, um dos pontos turísticos mais conhecido da cidade, o Museu dos Imigrantes possui um galpão que apresenta etapas da evolução da indústria primitiva.
ImageTextOnHover

Catedral Diocesana de Joinville

A estrutura circular, formada por duas conchas gigantes chama a atenção por quem passa pela Avenina Juscelino Kubitschek, no centro de Joinville. Elas formam a Catedral Diocesana São Francisco Xavier, o principal templo de todo o município.
ImageTextOnHover

Centreventos Cau Hansen

Um dos maiores equipamentos para eventos da América Latina. Sua arena multiuso permite redimensionar a área útil para os mais diversos gêneros e características de evento.
ImageTextOnHover

Shopping Mueller

Inaugurado em 4 de maio de 1995, O Shopping Center Mueller é uma opção de lazer, entretenimento e ponto de encontro para quem vive em Joinville e região. O local é um dos mais visitados pelos turistas.
ImageTextOnHover

Estação da Memória

Construída no começo do século XX em estilo colonial alemão, a Estação da Memória fornece cultura, lazer e turismo para o joinvilense e o visitante. Situada na Rua Leite Ribeiro, Bairro Anita Garibaldi, é um dos principais símbolos do município.
ImageTextOnHover

Escola de Teatro Bolshoi

Conhecida como a melhor instituição de dança clássica do mundo, a sede em Joinville existe desde 1998, sendo a primeira escola do balé Bolshoi fora da Rússia.
ImageTextOnHover

Barco Príncipe

Leva o nome em homenagem as raízes da cidade e sua história. A Rota do Príncipe Joinville sai da Baía da Babitonga, passando por 14 ilhas localizadas entre o porto e o Centro Histórico de São Francisco do Sul.
ImageTextOnHover

Arena Joinville

Maior estádio de Santa Catarina, a Arena possui estrutura multifuncional, para as partidas de futebol ela acomoda 22.400 pessoas, já para eventos que necessitem do uso do gramado, como shows e outros espetáculos, a capacidade passa para 35 mil pessoas.
ImageTextOnHover

Serra Dona Francisca

Carrega nome de princesa e beleza encantadora. A Serra Dona Francisca é elo de ligação entre Joinville e municípios de Campo Alegre e São Bento do Sul pela SC-301. Sinuosa, a estrada invade a Mata Atlântica e suas paisagens bucólicas, com pequenos córregos, rochas e muita vegetação.
ImageTextOnHover

Pórtico de Joinville

Responsável por retratar ao mundo, um pouco da beleza encantadora de Joinville, através do cartão postal da cidade, o Pórtico é o primeiro atrativo do visitante, já que, situa-se na principal entrada da cidade.
ImageTextOnHover

Estrada Bonita

Caracterizada já pelo nome, a Estrada Bonita é formada de pequenas e bem cuidadas propriedades onde os moradores comercializam artesanato, produtos coloniais e caseiros. A cultura de base alemã é encontrada na gastronomia e confecções.